STEM Brasil participa do evento TechCamp

Published by root on

Na quarta-feira, 13 de fevereiro, Marcos Paim, Diretor do STEM Brasil, participou de painel sobre ações de STEM na educação pública durante evento do STEM TechCamp Brasil.

Paim foi o único representante do terceiro setor, expondo o STEM Brasil ao lado de Allan de Almeida Giangrossi (Diretor de Marketing da Qualcomm), Juliana Nobre (Gerente de Cidadania Corporativa da IBM), Matheus Pereira (Especialista em Implantação de Aprendizado da Microsoft) e Liliane Rodrigues (Coordenadora de Projetos Sociais do Instituto 3M) como facilitadora do Painel.

Na platéia haviam gestores educacionais da rede pública representando os 27 estados da federação, que ficaram bastante entusiasmados com o STEM Brasil, com a dimensão e impacto do programa no Brasil. Lançado em 2009, o STEM Brasil é um programa de capacitação de professores de escolas públicas das áreas de ciências e matemática que já esteve presente em 17 estados brasileiros, formando mais de 6 mil professores de 724 escolas e impactando mais de 570 mil alunos.

Segundo Paim, o que é aprendido em sala de aula tem que fazer sentido na vida do aluno. “Caso contrário, os estudantes saem pensando ‘eu nunca vou usar isso na minha vida’”, explicou. E esse é o papel do STEM Brasil, através de uma metodologia própria, que enfatiza a mão na massa, o programa dá vida ao currículo obrigatório de ciências e matemática, facilitando o aprendizado.

O programa STEM TechCamp Brasil 2019 tem duração de 12 meses e visa oferecer ferramentas inovadoras para o ensino das Ciências, Tecnologia, Engenharias e Matemática para educadores da educação básica e técnica da rede pública. É uma iniciativa da Missão Diplomática dos Estados Unidos no Brasil, em parceria com o Laboratório de Sistemas Integráveis Tecnológico (LSI-TEC) e apoio da Poli-USP, do Grupo +Unidos e do Consed (Conselho Nacional de Secretários de Educação).

Entre os dias 11 e 15 de fevereiro, o STEM TechCamp Brasil contou com uma semana presencial de imersão, na Universidade de São Paulo (USP), na qual educadores tiveram atividades com as equipes do TechCamp de Washington, EUA, e especialistas selecionados pela USP, palestras com líderes educacionais e de empreendedorismo, discussões em grupo, construção de coletivas e dinâmicas utilizando técnicas de Design Thinking e elaboração da primeira versão das respectivas propostas de Planejamentos Estratégicos para implementação em suas comunidades escolares.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *